Google+ Badge

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

JOGOS VORAZES

Jogos Vorazes - Gary Ross - 2012 
(classificação 13 anos)

LAR - Eua. Confesso que antes de assistir a este filme, pensava que estava diante de mais uma película dessa nova safra ruim de filmes para adolescentes, quase do mesmo nível de uma "safra vampiresca" que faz sucesso nessa faixa etária. Não li o livro que foi usado para adaptar o filme, mas a sinopse me chamou atenção, bem como a boa aceitação pela crítica e a boa nota no site IMDB: 7,3.

O filme mostra uma nação futurística chamada Panem que é dividida em distritos. O enredo acontece alguns anos após os distritos se rebelarem contra o governo central, chamado de Capital, e, como tributo pela derrota na "guerra civil", são obrigados a enviarem dois adolescentes de doze a dezoito anos para a disputa de um "reality show" violento, onde tem que caçar um ao outro e que somente um sobrevive. O mais impressionante é que esse programa é acompanhado por todo o país, com direito a cobertura jornalística e patrocínios aos adolescentes mais populares.

A história se centraliza no distrito de número 12 a partir do ponto de vista de Katniss Everdeen, que se voluntaria a ir aos jogos no lugar da sua irmã que havia sido sorteada no "Dia da Colheita", nome dado ao dia em que se escolhem os competidores. Junto com ela, é sorteado um outro adolescente chamado Peeta Mellark, que participa ativamente da história e se torna em um potencial romance para Katniss.

Os protagonistas são vividos pela Jennifer Lawrence, que surgiu para o mundo cinematográfico após o excelente trabalho em "Inverno da Alma", que lhe rendeu uma indicação ao Oscar. Vivendo Katniss, consegue manter um bom nível de atuação e transmite muito bem a tensão de sua personagem. Josh Hutcherson faz um bom par com a protagonista e também convence em sua ambiguidade e insegurança. O elenco também conta com o consagrado Stanley Tucci, que faz o papel do apresentador do "reality show" com maestria e Liam Hemsworth, que faz o "feijão com arroz" como morador do ditrito 12 e melhor amigo de Katniss.

O diretor também fez um bom e difícil trabalho, visto que trabalhar um filme sério com adolescentes se matando e um enredo altamente "voraz" em sua crítica à sociedade de consumo, conseguiu manter um equilíbrio entre uma boa mensagem sem cair no pedantismo e boa cenas de ação, deixando apenas implícito a violência que os "tributos", como são chamados os adolescentes, são submetidos. 

Por fim, "Jogos Vorazes" é um filme tenso, divertido e reflexivo, pois mostra até onde o ser humano pode chegar para saciar a sua satisfação de entretenimento e também pode nos levar a pensar sobre o tipo de educação competitiva que estamos submetendo os adolescentes de nossa era, que, para se tornarem adultos aceitos no mercado de trabalho, são muitas vezes obrigados a uma rotina "voraz" de estudo, esporte, cursos e deixam de aproveitar uma fase única de aprendizado e descobertas, podendo se tornar adultos altamente competitivos, sem qualquer noção de solidariedade.  



Nenhum comentário:

Postar um comentário